top of page

Introdução sobre Constelações Familiares

(Parte 1)


A Constelação Familiar Sistêmica vai além de ser apenas uma técnica terapêutica, é uma visão de mundo e um conhecimento prático para a vida. Trata-se de um método breve de terapia, realizado em sessões individuais ou em grupo, que tem como foco resolver problemas e dificuldades pessoais, tais como ansiedade, medos, problemas em áreas diversas da vida, luto, separação, tomada de decisões e desenvolvimento pessoal.


A Constelação Familiar Sistêmica é uma terapia breve que utiliza a fenomenologia como foco principal, permitindo que questões sejam trabalhadas em apenas uma sessão. No entanto, é importante enfatizar que a resolução completa da situação pode não ocorrer nesta única sessão, uma vez que a dinâmica energética do sistema pode não desejar que isso ocorra. Nesses casos, a terapia pode ser refeita em um momento futuro para tratar novamente do mesmo tema.


A repetição com o mesmo tema não é muito comum. O que geralmente acontece é que uma pessoa vá sendo constelada, em momentos diferentes, em temas diferentes relacionados à sua vida.

A repetição com o mesmo tema não é algo muito frequente na prática da Constelação Familiar Sistêmica. Normalmente, a pessoa passa por constelações em momentos distintos, abordando diversos temas que estejam relacionados à sua vida. Os temas podem variar entre saúde, financeiro, campo amoroso, profissional, entre outros.


A Constelação Familiar Sistêmica foi desenvolvida por Bert Hellinger, alemão, que falecido em 2019. Segundo sua teoria, ao nascermos em uma família, não herdamos apenas informações genéticas, mas também crenças limitantes ou positivas e padrões comportamentais, como personalidade, temperamento e forma de pensar. Por meio da Constelação, podemos compreender os sistemas de forma mais profunda. Quando ouvimos comentários do tipo "você se parece muito com seu avô em termos de temperamento!" ou "você tem o jeito da sua tia!", isso pode indicar que herdamos traços comportamentais de nossos parentes próximos ou distantes. Doenças também podem se manifestar dessa maneira.


Na verdade, o sistema tenta comunicar algo por meio da repetição desses padrões, e é nesse sentido que a Constelação Familiar Sistêmica atua: ela expõe os motivos subjacentes a esses padrões desequilibrados, trazendo-os à luz e permitindo que encontremos a paz e a felicidade ao nos libertarmos desses esquemas.


Se aprofunde mais neste conteúdo assistindo à aula disponível em nosso canal do Youtube. Este é um estudo que está sendo feito quinzenalmente, às quartas-feiras e que é compartilhado em nosso canal.


AULA 1 - Introdução sobre Constelações Familiares (Parte 1)



100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page